País

Colômbia

2968 Espécies

Colômbia, oficialmente República da Colômbia, é uma república constitucional do noroeste da América do Sul.

Geografia

A Colômbia está localizada na América do Sul, precisamente no noroeste do subcontinente. Sua superfície territorial é de 1 141 748 km², fazendo deste o 25.º maior país do mundo. Faz fronteira a leste com a Venezuela e Brasil; ao sul com o Equador e Peru, ao norte com Panamá e Mar do Caribe e a oeste com Equador e Oceano Pacífico. Seu maior limite territorial é com a Venezuela, compartilhando com esta 2 219 quilômetros de fronteira, seguido do Brasil e Peru, com 1 645 e 1 626 quilômetros de fronteira, respectivamente. O país possui, ainda 2 900 quilômetros de costa litorânea. A menor fronteira é registrada com o Panamá, com 266 quilômetros fronteiriços. A Colômbia reivindica três distritos especiais e as ilhas de San Andrés e Providencia, disputadas com a Nicarágua.

Parte do Círculo de fogo do Pacífico, uma região do mundo sujeita a terremotos e erupções vulcânicas, a Colômbia é dominada pelas montanhas dos Andes. Além do Maciço Colombiano (nos departamentos do sudoeste de Cauca e Nariño), estas são divididas em três ramos conhecidos como cordilheiras: a Cordilheira Ocidental, junto à costa do Pacífico, incluindo a cidade de Cali, a Cordilheira Central, entre os vales dos rios Cauca e Magdalena (a oeste e a leste, respectivamente) e incluindo as cidades de Medellín, Manizales, Pereira, Armênia e Quindío, e a Cordilheira Oriental, que se estende de nordeste da Península de La Guajira e inclui Bogotá, Bucaramanga e Cúcuta. Os picos na Cordilheira Occidental excedem 3 962 metros, enquanto a Cordilheira Central e a Cordilheira Oriental atingem 5 486 metros. Com 2 591 metros de altitude, Bogotá é a cidade mais alta de seu tamanho no mundo.

A leste dos Andes está a savana do Llanos, parte da bacia do rio Orinoco, e, no extremo leste do sul, a selva da floresta amazônica. Juntas, essas planícies constituem mais de metade do território da Colômbia, mas elas contêm menos de 3% da população do país. O norte da costa do Caribe, que abriga 20% da população e onde se localizam as importantes cidades portuárias de Barranquilha e Cartagena, geralmente consiste de baixas planícies, mas também contém a Sierra Nevada de Santa Marta, que inclui os picos mais altos do país (Pico Cristóbal Colón e o Pico Simón Bolívar), e o deserto de Guajira. Em contrapartida, as estreitas e descontínuas planícies costeiras do Pacífico, apoiadas pelas montanhas da Serra de Baudó, estão cobertas de uma densa vegetação e são pouco povoadas. O principal porto do Pacífico é o de Buenaventura. O território colombiano também inclui uma série de ilhas do Caribe e do Pacífico.

Os vales de Magdalena, Cauca e Atrato-San Juan se destacam por sua extensão entre os diferentes vales da Colômbia. Quanto a planícies, são notáveis as do Pacífico, a Amazônica, do Caribe e as da Orinoquia. As montanhas periféricas, apesar da proximidade geográfica, não fazem parte das cordilheiras andinas. O sistema que forma tais montanhas é composto pelos montes de María, pelas montanhas de la Guajira e pelas serras de la Macarena, Piojó, Santa Marta e del Darién, sendo que esta última está situada na fronteira do país com o Panamá.

Clima

O clima da Colômbia caracteriza-se por ser tropical, mas apresenta variações dentro de seis regiões naturais, cujas características dependem de altitude, temperatura, umidade, ventos e chuvas. A diversidade das zonas climáticas na Colômbia é caracterizada por florestas tropicais, savanas, estepes, desertos e clima alpino.

O clima de montanha é uma das características únicas dos Andes e outros relevos de altitude, onde o clima é determinado pela elevação. Abaixo de 1 000 metros de altitude é a zona altitudinal quente, onde as temperaturas estão acima de 24 °C. Cerca de 82,5% da área total do país está na zona altitudinal quente.

A zona altitudinal de clima temperado, localizada entre 1 001 e 2 000 metros, caracteriza-se por apresentar uma temperatura média entre 17 e 24 °C. O clima frio está presente entre 2 001 e 3 000 metros e as temperaturas variam entre 12 e 17 °C. Além da terra fria, há condições alpinas em uma zona florestada e, em seguida, pastagens sem árvores dos páramos. Acima de 4 000 metros, onde as temperaturas estão abaixo do frio, o clima é glacial, uma zona de neve e gelo permanentes.

Biodiversidade

A Colômbia é considerado um dos países megadiversos do mundo, classificado em terceiro lugar em número de espécies vivas e em primeiro em número de espécies de aves. O país tem entre 40 mil e 45 mil espécies de plantas diferentes, o equivalente a 10 ou 20% de todas as espécies do mundo, o que é ainda mais notável dado que a Colômbia é considerada um país de tamanho intermediário, com cerca de 1/9 do tamanho do território dos Estados Unidos, por exemplo. A Colômbia é o segundo país mais biodiverso do mundo, atrás somente do Brasil, que é aproximadamente 8 vezes maior.

A Colômbia é o país do planeta mais caracterizado por seu grau elevado de biodiversidade, com a maior taxa de espécies por unidade de área em todo o mundo e com o maior número de espécies endêmicas (espécies que não são encontradas naturalmente em outro lugar) de qualquer país. Cerca de 10% das espécies da Terra vivem no território colombiano, incluindo mais de 1 800 espécies de aves, mais do que a Europa e a América do Norte combinadas. O país é o lar de 10% das espécies de mamíferos, 14% das espécies de anfíbios e 18% da espécies de aves do mundo.

O país tem cerca de duas mil espécies de peixes marinhos e 1 450 espécies de peixes de água doce, além de ter o maior número de espécies endêmicas de borboletas, de orquídeas e mais de 250 mil variedades de besouros. A Colômbia é o primeiro em número de espécies de anfíbios, além de concentrar mais de 30% das espécies de tartarugas marinhas e 25% das espécies de crocodilos do planeta. Existem 34 espécies de primatas, 270 espécies de cobras e, de acordo com estimativas, 300 mil espécies de invertebrados no país, que ainda possui 32 biomas terrestres e 314 tipos de ecossistemas diferentes.

De acordo com um relatório do World Wide Fund for Nature (WWF), quase metade dos ecossistemas da Colômbia está em condições críticas ou em perigo de extinção. Além disso, das 1 853 espécies de plantas avaliadas, 665 (36%) estão ameaçadas de extinção, enquanto das 284 espécies de animais terrestres avaliadas, 41 estão criticamente ameaçadas, 112 estão ameaçadas e 131 estão vulneráveis. Segundo o WWF, a degradação ambiental na Colômbia se deve à extração de petróleo e minerais e muitas empresas responsáveis são estrangeiras.

Hidrografia

Há quatro bacias hidrográficas na Colômbia: a do Pacífico, a costa caribenha, do Catatumbo e a Costa Atlântica. O Maciço colombiano é de grande importância para o país, pois ali nascem os rios Caquetá (chamado de Japurá no Brasil), Patía, Cauca e Magdalena. Em Sierra Nevada de Santa Marta estão as nascentes dos rios Don Diego, Ranchería e Dibulla, os quais desembocam no mar do Caribe e formam a área hidrográfica do Caribe. O rio Atrato, que faz parte desta região hidrográfica, é um dos maiores rios do mundo no que diz respeito ao tamanho de sua bacia.

A bacia do Pacífico é formada pelos rios da parte oriental do país que, por sua vez, nascem em um local conhecido como Nudo de los Pastos - também chamado de maciço de Huaca. Uma característica que o diferencia das demais bacias do Pacífico na América do Sul, é que este possui dois rios de grande porte: o San Juan, o mais caudaloso, e o Patia, o mais longo. O rio Amazonas e o rio Orinoco formam a bacia da Costa Atlântica, que cobre uma área de 670 000 km². Os rios que formam o rio Orinoco nascem na região Orinoquia, e seu fluxo varia conforme a mudança climática. Na Amazônia colombiana, há inúmeros rios caudalosos, devido à elevada pluviosidade na área, sendo que as mudanças nas vazões também sofrem efeitos das variações climáticas. O Catatumbo abrange uma área de 18 500 km², compreendendo os rios Zulia, Sardinata, Táchira e Cucutilla, além do rio Catatumbo, que desemboca no lago de Maracaibo, na Venezuela. Pântanos e lagoas na Colômbia estão localizados nas cadeias de montanhas onde há várzeas.

mostrar menos

Colômbia, oficialmente República da Colômbia, é uma república constitucional do noroeste da América do Sul.

Geografia

A Colômbia está localizada na América do Sul, precisamente no noroeste do subcontinente. Sua superfície territorial é de 1 141 748 km², fazendo deste o 25.º maior país do mundo. Faz fronteira a leste com a Venezuela e Brasil; ao sul com o Equador e Peru, ao norte com Panamá e Mar do Caribe e a oeste com Equador e Oceano Pacífico. Seu maior limite territorial é com a Venezuela, compartilhando com esta 2 219 quilômetros de fronteira, seguido do Brasil e Peru, com 1 645 e 1 626 quilômetros de fronteira, respectivamente. O país possui, ainda 2 900 quilômetros de costa litorânea. A menor fronteira é registrada com o Panamá, com 266 quilômetros fronteiriços. A Colômbia reivindica três distritos especiais e as ilhas de San Andrés e Providencia, disputadas com a Nicarágua.

Parte do Círculo de fogo do Pacífico, uma região do mundo sujeita a terremotos e erupções vulcânicas, a Colômbia é dominada pelas montanhas dos Andes. Além do Maciço Colombiano (nos departamentos do sudoeste de Cauca e Nariño), estas são divididas em três ramos conhecidos como cordilheiras: a Cordilheira Ocidental, junto à costa do Pacífico, incluindo a cidade de Cali, a Cordilheira Central, entre os vales dos rios Cauca e Magdalena (a oeste e a leste, respectivamente) e incluindo as cidades de Medellín, Manizales, Pereira, Armênia e Quindío, e a Cordilheira Oriental, que se estende de nordeste da Península de La Guajira e inclui Bogotá, Bucaramanga e Cúcuta. Os picos na Cordilheira Occidental excedem 3 962 metros, enquanto a Cordilheira Central e a Cordilheira Oriental atingem 5 486 metros. Com 2 591 metros de altitude, Bogotá é a cidade mais alta de seu tamanho no mundo.

A leste dos Andes está a savana do Llanos, parte da bacia do rio Orinoco, e, no extremo leste do sul, a selva da floresta amazônica. Juntas, essas planícies constituem mais de metade do território da Colômbia, mas elas contêm menos de 3% da população do país. O norte da costa do Caribe, que abriga 20% da população e onde se localizam as importantes cidades portuárias de Barranquilha e Cartagena, geralmente consiste de baixas planícies, mas também contém a Sierra Nevada de Santa Marta, que inclui os picos mais altos do país (Pico Cristóbal Colón e o Pico Simón Bolívar), e o deserto de Guajira. Em contrapartida, as estreitas e descontínuas planícies costeiras do Pacífico, apoiadas pelas montanhas da Serra de Baudó, estão cobertas de uma densa vegetação e são pouco povoadas. O principal porto do Pacífico é o de Buenaventura. O território colombiano também inclui uma série de ilhas do Caribe e do Pacífico.

Os vales de Magdalena, Cauca e Atrato-San Juan se destacam por sua extensão entre os diferentes vales da Colômbia. Quanto a planícies, são notáveis as do Pacífico, a Amazônica, do Caribe e as da Orinoquia. As montanhas periféricas, apesar da proximidade geográfica, não fazem parte das cordilheiras andinas. O sistema que forma tais montanhas é composto pelos montes de María, pelas montanhas de la Guajira e pelas serras de la Macarena, Piojó, Santa Marta e del Darién, sendo que esta última está situada na fronteira do país com o Panamá.

Clima

O clima da Colômbia caracteriza-se por ser tropical, mas apresenta variações dentro de seis regiões naturais, cujas características dependem de altitude, temperatura, umidade, ventos e chuvas. A diversidade das zonas climáticas na Colômbia é caracterizada por florestas tropicais, savanas, estepes, desertos e clima alpino.

O clima de montanha é uma das características únicas dos Andes e outros relevos de altitude, onde o clima é determinado pela elevação. Abaixo de 1 000 metros de altitude é a zona altitudinal quente, onde as temperaturas estão acima de 24 °C. Cerca de 82,5% da área total do país está na zona altitudinal quente.

A zona altitudinal de clima temperado, localizada entre 1 001 e 2 000 metros, caracteriza-se por apresentar uma temperatura média entre 17 e 24 °C. O clima frio está presente entre 2 001 e 3 000 metros e as temperaturas variam entre 12 e 17 °C. Além da terra fria, há condições alpinas em uma zona florestada e, em seguida, pastagens sem árvores dos páramos. Acima de 4 000 metros, onde as temperaturas estão abaixo do frio, o clima é glacial, uma zona de neve e gelo permanentes.

Biodiversidade

A Colômbia é considerado um dos países megadiversos do mundo, classificado em terceiro lugar em número de espécies vivas e em primeiro em número de espécies de aves. O país tem entre 40 mil e 45 mil espécies de plantas diferentes, o equivalente a 10 ou 20% de todas as espécies do mundo, o que é ainda mais notável dado que a Colômbia é considerada um país de tamanho intermediário, com cerca de 1/9 do tamanho do território dos Estados Unidos, por exemplo. A Colômbia é o segundo país mais biodiverso do mundo, atrás somente do Brasil, que é aproximadamente 8 vezes maior.

A Colômbia é o país do planeta mais caracterizado por seu grau elevado de biodiversidade, com a maior taxa de espécies por unidade de área em todo o mundo e com o maior número de espécies endêmicas (espécies que não são encontradas naturalmente em outro lugar) de qualquer país. Cerca de 10% das espécies da Terra vivem no território colombiano, incluindo mais de 1 800 espécies de aves, mais do que a Europa e a América do Norte combinadas. O país é o lar de 10% das espécies de mamíferos, 14% das espécies de anfíbios e 18% da espécies de aves do mundo.

O país tem cerca de duas mil espécies de peixes marinhos e 1 450 espécies de peixes de água doce, além de ter o maior número de espécies endêmicas de borboletas, de orquídeas e mais de 250 mil variedades de besouros. A Colômbia é o primeiro em número de espécies de anfíbios, além de concentrar mais de 30% das espécies de tartarugas marinhas e 25% das espécies de crocodilos do planeta. Existem 34 espécies de primatas, 270 espécies de cobras e, de acordo com estimativas, 300 mil espécies de invertebrados no país, que ainda possui 32 biomas terrestres e 314 tipos de ecossistemas diferentes.

De acordo com um relatório do World Wide Fund for Nature (WWF), quase metade dos ecossistemas da Colômbia está em condições críticas ou em perigo de extinção. Além disso, das 1 853 espécies de plantas avaliadas, 665 (36%) estão ameaçadas de extinção, enquanto das 284 espécies de animais terrestres avaliadas, 41 estão criticamente ameaçadas, 112 estão ameaçadas e 131 estão vulneráveis. Segundo o WWF, a degradação ambiental na Colômbia se deve à extração de petróleo e minerais e muitas empresas responsáveis são estrangeiras.

Hidrografia

Há quatro bacias hidrográficas na Colômbia: a do Pacífico, a costa caribenha, do Catatumbo e a Costa Atlântica. O Maciço colombiano é de grande importância para o país, pois ali nascem os rios Caquetá (chamado de Japurá no Brasil), Patía, Cauca e Magdalena. Em Sierra Nevada de Santa Marta estão as nascentes dos rios Don Diego, Ranchería e Dibulla, os quais desembocam no mar do Caribe e formam a área hidrográfica do Caribe. O rio Atrato, que faz parte desta região hidrográfica, é um dos maiores rios do mundo no que diz respeito ao tamanho de sua bacia.

A bacia do Pacífico é formada pelos rios da parte oriental do país que, por sua vez, nascem em um local conhecido como Nudo de los Pastos - também chamado de maciço de Huaca. Uma característica que o diferencia das demais bacias do Pacífico na América do Sul, é que este possui dois rios de grande porte: o San Juan, o mais caudaloso, e o Patia, o mais longo. O rio Amazonas e o rio Orinoco formam a bacia da Costa Atlântica, que cobre uma área de 670 000 km². Os rios que formam o rio Orinoco nascem na região Orinoquia, e seu fluxo varia conforme a mudança climática. Na Amazônia colombiana, há inúmeros rios caudalosos, devido à elevada pluviosidade na área, sendo que as mudanças nas vazões também sofrem efeitos das variações climáticas. O Catatumbo abrange uma área de 18 500 km², compreendendo os rios Zulia, Sardinata, Táchira e Cucutilla, além do rio Catatumbo, que desemboca no lago de Maracaibo, na Venezuela. Pântanos e lagoas na Colômbia estão localizados nas cadeias de montanhas onde há várzeas.

mostrar menos